Paciente sexo feminino, 64 anos, domestica procura a URS para trazer resultados de exames. Relata que há 10 meses apresentou US abdominal total com esteatose hepática, e assim foi encaminhada para a Gastroenterologia.

Foi solicitado o US abdominal total e exames de sangue. Relata que apresenta quadro de boca amarga há aproximadamente 1 ano, não apresentando fatores de melhora ou piora, ocorrendo de modo intermitente.

Hábitos intestinais normais.

Diabética e Hipertensa, em uso de Glifage e Enalapril. Relata cirurgia prévia de períneo e varizes. Além disso faz uso de omeprazol pela manhã. Nega alergia a medicamentos e alimentos. Vacinação em dia. Tabagista e etilista social. Irmã diabética e hipertensa.

Exame Físico

Paciente corada, hidratada, acianótica, anictérica, sem edemas.

PA: 120×70 mmHg          FC: 82bpm

AR: Murmúrio vesicular bem distribuídos, sem ruídos adventícios

ACV: Bulhas rítmicas, normofonéticas em 2 tempos e sem sopros

Abdome: Flácido, indolor à palpação, RHA+, sem massa palpáveis

Exames Complementares

US abdominal total: Colecistopatia litiásica, ateromatose aórtica.

Exame Lab: FAN 1:320; ferritina 83.6; anti HCV não reagente.

Exame Lab: hemoglobina 15,2; hematócrito 46.7; leu 11.370; plaq 264.000; Bb total 0,55; Bb direta 0.1; Bb indireta 0.45; CK total 84; TGO 42 ( até 35); TGP 40 ( até 35); creatinina 1; Tx FG 58.7; CL total 187; HDL 39; LDL 87; TG 303,UR sem alterações; glicemia de jejum 224, potássio 4.6; Hemoglobina glicada 9.8, Vit D 23.94(min 30) Vit B12 280; CEA 2.07; CA 125.13

Hipóteses Diagnosticas: Colelitíase e Esteatose Hepática

Conduta

Solicitação de US abdominal total para investigar Esteatose Hepática, uma vez q o primeiro US veio com o diagnostico de Esteatose Hepática e o segundo US não apresentou alteração hepática. Solicitação de exames de sangue e encaminhada para Endocrinologista.

LAGASTRO- Liga Acadêmica de Gatroenterologia FAMINAS-BH